HPV – A vez dos meninos

O vírus do papiloma humano é associado com a prevenção de câncer do colo de útero, ou seja, doença que acomete exclusivamente mulheres, então a vacina diz respeito somente a elas.

Mas o tratamento que as autoridades mundiais em infectologia estão dando a este assunto tem conduzido a conclusões diversas desta que parecia lógica.

“Após anos de debate, as autoridades de saúde dos EUA decidiram recomendar com ênfase que meninos com idade entre 11 e 12 anos sejam vacinados contra o HPV. O CDC (Centro de Controle de Doenças) aconselha também a vacinação de jovens de 13 a 21 anos que não foram imunizados na idade certa”, conforme a matéria da Revista IstoÉ, nº 2208.



Evidências de que o HPV pode causar câncer de pênis, tumores anais e de orofaringe em pessoas de ambos os sexos, parece ter sido o motivador desta tomada de posição.

Um dado importante sobre a incidência de HPV entre os americanos não deixa dúvida sobre esta nova orientação – um em cada quinze americanos tem HPV oral e o vírus é três vezes mais comum em homens do que em mulheres.
Uma revista cientifica renomada da Inglaterra “The New England Hornal of Medicine” publicou um estudo que ajuda a sustentar estas afirmações:
“A vacinação de jovens nessa faixa etária reduziu em 90% as lesões genitais nos meninos. Estes dados foram levantados em um trabalho que acompanhou 4.065 homens em 18 países, entre eles o Brasil”, conforme informa a Revista IstoÉ, nº 2208.

No Brasil, a busca de proteção através da vacina ainda está restrito às clinicas particulares.

Na IC Vacinas, as vacinas estão disponíveis. Entre em contato para maiores informações.
 
Um abraço e até a próxima.
Dr. Luis Hapner
luishapner@icvacinas.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *