Hib – Hemófilo

Confira mais informações sobre a vacina Hib – Hemófilo disponíveis na IC, clínica de Maringá.
 

Doença

Infecções pelo Haemophilus influenzae tipo b: meningite, pneumonias, otites, celulites, osteomielites e outras.

O que é Haemophilus influenzae tipo b? (ver link)

Nome da vacina

Vacina contra Haemophilus influenzae tipo b

Fabricante: GSK e Sanofi Pasteur

Composição da vacina

Polissacarídeo do Haemophilus influenzae tipo b conjugado com proteína tetânica

Contém conservantes?

Existe mais de uma versão desta mesma vacina?

Não

 

Faixa etária

A partir de 2 meses de vida até 5 anos 11 meses e 29 dias

A vacina pode ser administrada em qualquer idade. Importante que seja seguido o esquema indicado.

 

Adultos portadores de doenças crônicas, imunodeprimidos e esplenectomizados

 

Número de doses

– Crianças com idade entre 2 e 6 meses:3 doses com intervalo de 1 ou 2 meses, seguidos de 1 reforço 1 ano após a terceira dose.
– Crianças com idade entre 6 e 12 meses: 2 injeções com intervalo de 1 ou 2 meses, seguidos de 1 reforço 1 ano após a segunda dose.
– Crianças de 1 a 5 anos de idade: dose única
– Adultos: dose única

Não foram realizados estudos específicos comparando o uso da vacina Haemophilus influenzae tipo b (conjugada) em idosos e em pacientes mais jovens. Contudo não é provável que a vacina cause reações adversas

Reforço

Sim

1 reforço de 15 a 18 meses

Associação com outras vacinas

Associada a vacina contra poliomelite inativada, DTPa e HB.(Vacina Hexavalente), Associada a DTPa.(Vacina Tetravalente)
Associada a vacina DTPa, Pólio inativada. (Vacina Pentavalente)

 

Substituição de outras vacinas

-Pode ser substituída pelas vacinas associadas de acordo com o esquema vacinal e a idade da criança.

 

Reações e cuidados

Efeitos indesejáveis mais comumente relatados: dor no local de aplicação, eritema, edema, induração, febre e irritabilidade.

 

HEMÓFILO

A bactéria Haemophilus influenzae tipo b causa infecções bacterianas de grande risco a vida, doenças como a meningite, pneumonia, bacteremia e artrite séptica, atingindo principalmente bebês e crianças com menos de 5 anos de idade.
 

TRANSMISSÃO

É contraída de pessoa para pessoa. Contato direto com uma pessoa doente ou com um portador (como ocorre com outras, também esta bactéria pode permanecer nas narinas e garganta sem causar a doença, configurando assim o estado de portador).
O que determina se alguém que entra com contato com o Haemophilus irá desenvolver a doença, será um portador, ou simplesmente eliminará a bactéria, é o seu estado imunológico e nutricional, além da predisposição individual.
Quando a doença se instala, ela é potencialmente mais grave nas crianças menores de 5 anos de idade, em especial abaixo de 1 ano, podendo causar quadros de pneumonia, meningite, sepsis, sendo a letalidade bastante alta nesta faixa etária.
 

SINTOMAS

Em caso de Meninigite por Hemófilo os sintomas são:

  • Febre alta
  • Dor de cabeça
  • Rigidez na nuca

 
Em caso de Pneumonia por Hemófilo os sintomas são:

  • Febre
  • Tosse
  • Calafrios
  • Falta de ar
  • Respiração rápida

 
Em caso de Bacteremia por Hemófilo os sintomas são:

  • Difícil de serem percebidos
  • Irritabilidade
  • Prostração

 
Em caso de Otite Média e Sinusite por Hemófilo os sintomas são:

  • Dor local (ouvido)
  • Agitação
  • Febre
  • Irritabilidade

 

TRATAMENTO

Uma vez adquirida a doença o tratamento recomendado é baseado no uso de antibióticos. Geralmente o tratamento com antibióticos é eficaz, mas com o fenômeno da resistência bacteriana aos antibióticos comuns, agrava-se o problema, levando a internação e prolongamento do tratamento. Há que se considerar a necessidade de um diagnostico rápido e preciso, para que o tratamento iniciado precocemente tenha mais chance de ser eficaz, evitando-se assim as complicações.

 

PREVENÇÃO

A melhor e mais eficaz forma de prevenir a doença é a vacinação conforme o esquema abaixo.
1. DTP infantil acelular: + HIB: Infecções pela bactéria Haemofilos, tétano difteria e coqueluche acelular – indicada até 6 anos de idade disponível na rede privada (diminui risco de reações graves como febre acima de 40ºC, convulsões quadro hipotônico hiporresponsivo e outras)
Esquema básico: 2, 4, 6, 18 meses
 
2. DTP infantil acelular: + HIB + Polio inativada: Infecções pela bactéria Haemofilos, poliomielite, tétano difteria e coqueluche acelular – indicada até 6 anos de idade disponível na rede privada (diminui risco de reações graves como febre acima de 40ºC, convulsões quadro hipotônico hiporresponsivo e outras)
Esquema básico: 2, 4, 6, 18 meses
 
3. DTP infantil acelular: + HIB + Polio inativada+ hepatite B: Infecções pela bactéria Haemofilos, poliomielite, Hepatite B, tétano, difteria e coqueluche acelular – indicada até 6 anos de idade disponível na rede privada (diminui risco de reações graves como febre acima de 40ºC, convulsões quadro hipotônico hiporresponsivo e outras)
Esquema básico: 2, 4, 6 meses
 
4. HIB: indicada para adultos imunocomprometidos e esplenectomizados.
Esquema vacina: dose única.

Calendário de Vacinas SBIM

Prematuro
Criança – 0 a 10 anos
Adolescente – 11 a 19 anos
Gestantes
Adulto – 20 a 59 anos
Idoso – mais de 60 anos
Ocupacional
Pacientes Especiais
Atleta

Entre em contato para mais informações

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem